Search
Close this search box.

Usuários que testaram Celular Seguro não conseguem desbloquear aparelhos

Recentemente, o Governo Federal lançou uma nova iniciativa chamada Celular Seguro, que tem como objetivo bloquear aparelhos roubados, furtados ou perdidos e notificar empresas parceiras, como aplicativos de banco, sobre a ocorrência. No entanto, alguns usuários decidiram testar o programa e descobriram que ele não só cumpre sua tarefa, mas também não há como desbloquear o telefone.

Com base em informações recentes, este artigo discutirá a eficácia do programa Celular Seguro e como ele pode ser usado para notificar bancos e operadoras em caso de roubo. Além disso, o artigo fornecerá informações sobre como registrar uma ocorrência no Celular Seguro e discutirá os resultados de sua implementação até o momento.

Celular Seguro, não tem desbloqueio ?

O Celular Seguro é um aplicativo desenvolvido pelo Governo Federal para combater e coibir o roubo e furto de celulares no Brasil. O aplicativo funciona de forma simples: após baixá-lo ou acessar o site pela versão web, o usuário deve fazer o cadastro com informações pessoais, número de telefone e IMEI (o código identificador do aparelho). Em seguida, é necessário cadastrar um número terceiro de confiança. É neste outro celular que o proprietário do aparelho roubado ou perdido conseguirá bloquear o seu próprio.

A simplicidade de uso fez com que alguns usuários tentassem testá-lo, porém, o problema é que os aparelhos realmente foram bloqueados e não há uma opção de voltar atrás e desbloqueá-los. Alguns relatos foram publicados nas redes sociais e nas lojas virtuais, onde é possível baixar o aplicativo gratuitamente.

O Celular Seguro permite bloquear o IMEI do celular, contas bancárias e linhas telefônicas, além de auxiliar no combate ao crime patrimonial mais comum atualmente no Brasil. Porém, é importante lembrar que uma vez que o celular é bloqueado, não há como desbloqueá-lo. Portanto, é fundamental que o usuário tenha certeza antes de utilizar essa ferramenta e sempre manter o número de confiança atualizado.

Como desbloquear o celular ?

Infelizmente, não há uma opção no aplicativo ou na versão web para desbloquear o aparelho. A função do Celular Seguro é apenas impedir o uso de um celular roubado, furtado ou perdido. Caso o usuário consiga recuperá-lo, deve entrar em contato com cada empresa individualmente (seja a marca do celular ou os aplicativos de banco bloqueados) para liberar o aparelho.  O ministro da Justiça, Ricardo Cappelli, brincou com a situação: “Não é pra testar! Você fez o seguro do carro… vai bater no poste? Vai ficar ligando para o 190 para dizer que foi roubado, depois que não foi roubado?”, disse.

No entanto, existem algumas opções para desbloquear o celular em caso de esquecimento da senha. Uma delas é acessar o site Find My Mobile, fazer login e selecionar o seu telefone. Verifique se o status da rede do celular está como “Online”. Se estiver, clique na opção “Desbloquear”, no menu, e insira novamente a senha da conta Samsung para confirmar. Aguarde o desbloqueio remoto da tela.

Outra opção é errar a senha ou padrão cinco vezes para que a opção “Esqueci a senha” apareça. Digite seu e-mail e senha do Google e clique em “Login” ou “Sign in”. Se os dados estiverem corretos, o telefone será desbloqueado.

Por fim, é importante lembrar que a maioria das instruções envolve apagar todos os dados de armazenamento. Por isso, é importante manter o backup em dia no Android, no iPhone e até mesmo em aplicativos populares como o WhatsApp.

Celular Seguro

O programa Celular Seguro surgiu para inibir crimes relacionados a smartphones, permitindo que os usuários possam inviabilizar o uso de aparelhos que tenham sido roubados ou furtados. Com o aplicativo, é possível agilizar a comunicação das ocorrências, evitando que o usuário tenha que bloquear todos os serviços contidos no dispositivo. Além disso, aplicativos de banco são parceiros da iniciativa e recebem notificações do app para também bloquearem as contas.

Imagem: Divulgação

Vinicius Junior

Vinicius Junior

Entusiasta da comunicação, Vinicius é Analista de TI e colaborador na revisão dos artigos deste blog, os quais são gerados por IA.